UA-138259162-1

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Mais de 10 toneladas de peixes apreendidos pela Semma são doados em bairros de Óbidos - PRINCESA 93.1 FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 93 99234-7573

No comando: BAGACEIRA TOTAL

Das 05:00 às 07:00

No comando: BOM DIA PRINCESA

Das 07:00 às 09:00

No comando: SÓ O FILÉ

Das 09:00 às 12:00

No comando: PATRULHÃO 93

Das 12:00 às 13:00

No comando: NOVO TEMPO

Das 13:00 às 14:00

No comando: NA PRESSÃO

Das 14:00 às 17:00

No comando: CALDEIRÃO DO RISO

Das 17:00 às 19:00

No comando: VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 20:00

No comando: SAUDADE SERTANEJA

Das 20:00 às 23:00

No comando: SONGs OFF LOVE

Das 23:00 às 01:00

Mais de 10 toneladas de peixes apreendidos pela Semma são doados em bairros de Óbidos

Na manhã desta segunda-feira (13) foram apreendidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Óbidos, no oeste do Pará, mais de 10 toneladas de Mapará, que está com a pesca proibida neste período do ano. A apreensão aconteceu durante uma fiscalização rotineira no porto. Todo o material foi doado a Diocese de Óbidos, que o distribuiu para moradores de vários bairros da cidade.

O pescado apreendido estava sem nota fiscal e esta espécie está no defeso, que é a época de reprodução dos peixes.

De acordo com o secretário adjunto da Semma, Nildo Queiroz, com a chegada das festas de carnaval as fiscalizações se intensificam para evitar que o peixe seja capturado e comercializado irregularmente.

Na manhã desta segunda-feira (13) foram apreendidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Óbidos, no oeste do Pará, mais de 10 toneladas de Mapará, que está com a pesca proibida neste período do ano. A apreensão aconteceu durante uma fiscalização rotineira no porto. Todo o material foi doado a Diocese de Óbidos, que o distribuiu para moradores de vários bairros da cidade.

Peixe Mapará é doado, após ter sido apreendido em Óbidos — Foto: Semma Óbidos/Divulgação

O pescado apreendido estava sem nota fiscal e esta espécie está no defeso, que é a época de reprodução dos peixes.

De acordo com o secretário adjunto da Semma, Nildo Queiroz, com a chegada das festas de carnaval as fiscalizações se intensificam para evitar que o peixe seja capturado e comercializado irregularmente.

Deixe seu comentário: